.

.

Transformadores

.

Post 151

.

.

Postado:

Fonte:

05/08/22

Somos Diversidade

.

Apaixonada por aprender, desejando estar apta ao mercado inclusivo como mulher Trans e demais diversidades, conciliando duas graduações em farmácia/bioquímica e comex ambos bacharelados. Um hobby, um prazer em estudar bioquímica, química orgânica e farmacologia, bem como economia internacional, direito internacional público ou privado e idiomas (inglês-alemão). No mercado de trabalho desde os 14 anos como office girl , em uma empresa que me pagava irregularmente. Após os 16 anos fui trabalhar como repositora em um supermercado, fui mudando e funções e sendo promovida até ser assistente administrativa de CPD, uma área sistêmica e muito operacional, solicitei demissão após 3 anos por iniciar a faculdade de farmácia e haver uma vaga em uma rede que me interessei, possivelmente o melhor lugar que já trabalhe RaiaDogasil S/A. Iniciei como atendente mas com inúmeras oportunidade e treinamentos 1.6 anos eu já era gerente adjunto de loja. Fora desligada em 2018 , 4 anos após por mudanças internas da empresa. Quais as maiores conquistas e os maiores desafios em sua vida/carreira? Meu maior desafio foi ser tratada como Melissa no emprego atual, estava em início de transição em a passibilidade de hoje não possuía, muitos utilizavam o pronome ELE o que me doia muito. Ser uma pessoa trans foi dificultador ou não teve importância nesta sua trajetória? Não teve importância, na rede que trabalho sei que facilmente ocuparia por merecimento e trabalho um bom cargo, deixo aqui até citação o grupo UHG trabalha muito bem a inclusão . Para as pessoas e profissionais trans, que recado você deixaria? Sejam vocês mesmas, mas cuidados são necessários o mundo não está preparado para muita coisa. Para a sociedade, qual recado você deixaria? Só nos deixem em paz, trans ou não somo pessoas sem distinções. INSTAGRAM LINKEDIN



Compartilhar esta página
 

  • Whatsapp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn


Conteúdo relacionado
 

.

.