.

.

Transformadores

.

Post 178

.

.

Postado:

Fonte:

05/08/22

Somos Diversidade

.

Sou freelancer e redator voluntário. Minha carreira profissional tá só começando, mas já tenho muito orgulho do que já conquistei. Conseguir todos os meus contatos pela Transempregos, sem a plataforma, eu não teria chegado longe, por isso sou muito grato ao projeto. Meu primeiro trabalho foi em voluntariado, produzindo textos para redes sócias, estou nessa até hoje e amo demais. Também conseguir um bico de freelance, descobri que adoro trabalhar com freelas e espero ter mais trabalhos assim no futuro.;) Quais as maiores conquistas e os maiores desafios em sua vida/carreira? Pode parecer pouca coisa, mas quando se é uma pessoa trans em busca do primeiro emprego, um simples “sim” já é uma conquista. Passas no processo seletivo para voluntário foi tão gratificante para mim, é claro que não me gera nenhuma renda, mas apenas saber que eu fui aceito para um projeto é tão bom. Do meu ponto de vista, o maior desafio para pessoas trans é o medo, por uma questão de segurança, evito mandar cv para empresas que não apresentam nenhum material de inclusão e diversidade, perdi algumas oportunidades pelo caminho, mas a minha segurança vale mais. Ser uma pessoa trans foi dificultador ou não teve importância nesta sua trajetória? No meu caso não afetou, já que só me candidatava para vagas que apareciam na transempregos e em toda entrevista eu sempre perguntava quantas pessoas trans trabalhavam na empresa (na maioria das vezes era nenhuma ou uma). Não sei dizer se alguém já me rejeitou por ser trans, mas não acho que isso tenha acontecido. O máximo o que aconteceu foi eu encontrar uma recrutadora que não sabia o que era o nome social, apenas expliquei o conceito e seguimos a entrevista normalmente. Para as pessoas e profissionais trans, que recado você deixaria? Seja corajose, não sou o melhor exemplo para isso, mas queria ter mais coragem para ocupar mais espaços, acho necessário, sempre precisamos de alguém que abra o caminho para os próximos passarem. Para a sociedade, qual recado você deixaria? Só respeite, sério, não é tão difícil LINKEDIN



Compartilhar esta página
 

  • Whatsapp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn


Conteúdo relacionado
 

.

.