.

.

Transformadores

.

Post 92

.

.

Postado:

Fonte:

05/08/22

Somos Diversidade

.

Sou cozinheira, com muito orgulho, numa empresa que fornece alimentos prisional.  Sou mãe adotiva de uma pessoa especial da APAE. Perdi minha mãe a 2 anos e Deus me abençoou com uma filha de criação especial da APAE – Suely. É umas das forças que me ajuda a prosseguir. Sou voluntária da APAE CAETE MG; Adoro trabalhar como voluntários. A gente se sente importante. Temos que fazer parte. Agradeço a Deus meu bem maior na minha vida. Quais as maiores conquistas e os maiores desafios em sua vida/carreira? Conseguir comprar minha casa. Ser uma pessoa trans foi dificultador ou não teve importância nesta sua trajetória? Ser mulher trans é se sentir como David –  Sempre derrubando os gigantes Para as pessoas e profissionais trans, que recado você deixaria? Ser mulher trans é sempre não deve esquecer que todos os olhares estarão sempre em nós. Temos que ter sabedoria. Sempre temos que ter paciência. Sempre temos que ter cautela. Esses são alguns deveres. Para a sociedade, qual recado você deixaria? Somos tipo o David Sempre derrubando os gigantes FACEBOOK INSTAGRAM



Compartilhar esta página
 

  • Whatsapp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn


Conteúdo relacionado
 

.

.