.

.

Transformadores

.

Post 25

.

.

Postado:

Fonte:

05/08/22

Somos Diversidade

.

Tenho Ensino médio completo/ superior incompleto / Orientadora de Público no IMS. Desde os 16 anos trabalho, que foi quando cheguei aqui em São Paulo, dos 16 aos 18 eu trabalhei informal em várias ocupações: garçonete, auxiliar de lava rápido, caixa de supermercado e balada etc. Dos 18 aos 25 trabalhei como operadora de telemarketing e a 11 meses sou Orientadora de Público no IMS, um centro cultural na Paulista, emprego esse que consegui graças ao Transempregos. Quais as maiores conquistas e os maiores desafios em sua vida/carreira? A maior conquista é poder ser quem eu sou e ser reconhecida e respeitada por isso no meu ambiente de trabalho atual e os maiores desafios foi ter várias e várias oportunidades negadas e portas fechadas ao longo da minha vida/carreira simplesmente por eu ser uma pessoa trans. Ser uma pessoa trans foi dificultador ou não teve importância nesta sua trajetória? Foi e continua sendo dificultador. Para as pessoas e profissionais trans, que recado você deixaria? Sei que é difícil e exaustivo ter que lidar com a sociedade cis em todos os ambientes, mas não desista de estudar, somente com qualificação e persistência vamos conseguir cada vez mais conquistar novos espaços e abrir novas portas pras nossas dessa e das próximas gerações. Quero pedir pra minhas irmãs que fiquem juntas, unidas, que esqueçam as comparações, somos potência, somos incríveis, somente através da nossa união, uma levantando a outra é que vamos burlar esse sistema e conquistar nosso lugar ao sol. Para a sociedade, qual recado você deixaria? Parem de usar a religião como desculpa pra nos oprimir e ofender diariamente, somos humanas, nos veja e nos respeite como tal! Não tenho mais redes sociais, mas quem quiser falar comigo pode me mandar mensagem no meu whatsapp (11) 98606-8964



Compartilhar esta página
 

  • Whatsapp
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn


Conteúdo relacionado
 

.

.